August 18, 2017

O valor do novo pacote de obras do prefeito José Ronaldo, orçado em R$ 22 milhões, foi alvo de críticas do edil Zé Filé (PROS), em discurso proferido na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (19).

Ele ressaltou que, no último dia 12, o prefeito da cidade de Alagoinhas, Joaquim Neto, anunciou um pacote de obras orçado em R$ 71,5 milhões. “Olha que diferença!”, comparou.

Na oportunidade, Zé Filé disse que desejava, pelo menos, a inclusão da reforma da feirinha no novo pacote de obras para Feira de Santana.

Em aparte, o líder da bancada governista na Câmara, vereador José Carneiro (PSDB), informou que o prefeito da cidade de Alagoinhas é do Democratas, assim como o prefeito  de Feira de Santana, José Ronaldo.

 “Talvez, a crise não tenha chegado à cidade de Alagoinhas, a gente fica feliz em ver uma cidade como Alagoinhas anunciar um pacote de obras com esse volume de recursos. Agora, Feira de Santana anuncia esse valor de recurso anualmente. Esse volume de recurso anunciado pela cidade de Alagoinhas, eu espero em Deus que seja também anualmente, mas acredito que esse anúncio seja para os quatro anos de mandato, em decorrência do poder aquisitivo da cidade, que não deve estar no porte de Feira”, disse.

José Carneiro encerrou o seu pronunciamento fazendo a seguinte indagação a Zé Filé: “Vossa Excelência é contra as obras realizadas pelo Governo Municipal?”.

Em resposta, o edil do PROS reiterou que é contra o valor do recurso que será destinado para as obras municipais. Segundo ele, apenas com o  IPTU, a cidade de Feira de Santana arrecada anualmente cerca de R$ 80 milhões. “Ainda vem recurso de deputado federal, vem recurso ‘disso e aquilo outro’, mas não é gasto. Cadê esse dinheiro? É um pacote de obra para passar mel na boca dos vereadores aqui!”, queixou-se.

Download PDF

Redação

Comentários estão fechados.