Gilmar Amorim critica blitz do IPVA e cobra mais segurança para a população

O vereador Gilmar Amorim (DC), em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão ordinária desta terça-feira, 3, criticou a Audiência Pública realizada aqui em Feira de Santana pela Comissão Especial para a Regulamentação do Transporte Complementar na Bahia, o encontro aconteceu no dia 28 de novembro. A audiência teve como objetivo diagnosticar a situação do Portal do Sertão e promover um relatório que contribua com o mapeamento e regularização do serviço na região.

Para o edil, o assunto debatido no evento é importante para o estado da Bahia, porém não é o mais urgente. Gilmar Amorim questionou por que o deputado estadual Robinson Almeida (PT), organizador da solenidade, não debateu sobre a segurança pública. “Ele veio falar das estradas, do BRT, mas ele deveria estar preocupado com o fato que, desde o início do governo Rui Costa, em Feira de Santana aconteceram mais de 1674 homicídios”, informou.

Outro ponto abordado pelo vereador foram as blitzen realizadas para apreensão de veículos com IPVA atrasado. Para o edil, o foco das fiscalizações da Polícia Militar deveria ser o combate da criminalidade. “Um guincho muitas vezes cobra mais caro que o IPVA. Os deputados querem falar de BRT. O Município tem feito o seu trabalho. Não sou a favor das irregularidades, mas as taxas cobradas pelo Detran e pelos pátios são absurdas. O deputado deveria debater sobre isso”, finalizou.


Compartilhe

Mais Notícias