Tourinho volta a criticar obras do BRT de Feira de Santana

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta quarta-feira (15), na Casa da Cidadania, o edil Roberto Tourinho (PV) voltou a criticar as obras do BRT e informou que a Prefeitura fez um aditivo de prazo, prorrogando para dezembro a entrega do equipamento.

“Tenho usado a tribuna desta Casa para cobrar da administração um posicionamento sobre as obras do BRT em Feira de Santana. Tenho feito Requerimentos solicitando informações, mas têm sido rejeitados. Fiz um apanhado de publicidades tratando sobre o fim das obras e tenho certeza de que é uma obra que liga nada a lugar nenhum e não tem comprometimento por parte da administração. A Prefeitura contraiu empréstimo em torno de R$ 100 milhões com a Caixa Econômica Federal para a realização das obras”, pontuou Tourinho.

E continuou. “Em 7 de março de 2013, prefeito anunciou, através de entrevista, que seria implantado o BRT. Até hoje, 15 de maio de 2019, já se passaram seis anos e a obra ainda não foi concluída. Tivemos seis meses de paralização da obra em decorrência de ações judicias e ocupação do canteiro de obras. Mas, esse assunto não interessa aos vereadores e nem à administração, mas isso não me preocupa”, disse.

Ainda segundo o edil, a Prefeitura, literalmente, abandonou as obras do BRT. “O atual prefeito, ao assumir a Prefeitura, deu uma entrevista dia 11 de maio de 2018, ao programa de Renato Ribeiro afirmando que a implantação deveria estar concluída em dezembro de 2018. Ele sabia que não ficaria pronto, mesmo assim continuaram enganando o povo de Feira. Em entrevista concedida ao Programa Acorda Cidade, o secretário Carlos Brito disse que a inauguração do BRT seria em fevereiro de 2018”, lembrou.

Segundo Tourinho, em 19 de junho de 2018, a Comissão de Obras da Câmara, a qual era presidente, faz visita as obras do BRT. “Na oportunidade, o secretário afirmou que as obras estarão prontas, até no máximo, junho de 2019. Estamos no mês de maio de 2019. E sabem o que a Prefeitura fez? Publicou no Diário Oficial do Município, dia 10 de maio de 2019, um aditivo de prazo de mais 12 meses para o BRT em Feira de Santana”, informou.

Para finalizar, Tourinho afirmou que essa obra se trata de irresponsabilidade por parte do Município. “Essa turma que ai está, trata a população com desdém. Tenho várias matérias que tratam sobre as obras do BRT e sua previsão para finalização. E, agora publica esse aditivo. Ou seja, se o BRT ficar pronto, será em 2020. R$ 100 milhões e a única coisa que tem são quatro ou cinco casinhas de pombo. Colbert, que irresponsabilidade”, findou.


Compartilhe

Mais Notícias