Lulinha rebate críticas feitas ao Executivo e pede sede para Hemoba

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (15), na Casa da Cidadania, o vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), rebateu as críticas do edil Roberto Tourinho (PV) feitas em relação às obras do BRT. O edil aproveitou o tempo para lembrar da campanha Junho Vermelho, que visa incentivar a doação de sangue.

“Roberto Tourinho, mais uma vez, usa a tribuna jogando praga para que o BRT não funcione. Mas, ele esqueceu que tem um transbordo pronto no bairro Asa Branca e outro que está finalizando na Avenida Ayrton Sena. Ele esqueceu de falar dos túneis e da rede fluvial que estão prontos e foram feitos com os recursos do BRT. Tourinho é vereador de oposição e tem que criticar mesmo. A Prefeitura fez um aditivo, pois por muitas vezes as obras foram interrompidas, mas será concluída em dezembro”, pontuou Lulinha.

E continuou. “Tem muita gente que não quer que o BRT seja executado. Só tem isso a falar, mas esquecem das obras que já foram entregues, como reforma de creches e escolas, a Lagoa Grande, o Parque do Saber, o calçamento novo na Getúlio, Aryton Sena por conta do BRT e mais”, lembrou.

Junho Vermelho

Ainda no uso da tribuna, o vereador Lulinha lembrou que em Junho se inicia a campanha do Junho Vermelho, que visa o incentivo a doação de sangue, uma lei de sua autoria.

“Vamos pedir ao prefeito investimentos nesta campanha para aumentar a doação de sangue. Sabemos que isso é muito importante e tivemos há poucos dias um amigo que necessitou de sangue no Hemoba, mas não tinha. Procuraram em vários lugares e não encontraram sangue para doar a ele”, disse.

Lulinha pediu mais atenção ao Hemoba, pois encontra-se sem lugar adequado para realizar o trabalho. “Peço que as autoridades competentes ajudem o Hemoba, pois as pessoas que desejam doar sangue estão sendo atendidas em um ônibus. Isso é um descaso. O Hemoba funcionava no HGCA, mas depois da reforma eles foram retirados de lá. As pessoas precisam ser atendidas em um lugar confortável”, observou.

Para finalizar, o vereador lembrou que fará uma indicação ao Executivo sugerindo uma parceria entre Estado e Município para disponibilizar uma sede para o Hemoba. “A dengue está aí e as pessoas estão precisando de sangue. Está na hora de unir Estado e Município para que resolvam a questão do Hemoba. Esta Casa tem uma lei aprovada para incentivar a doação de sangue e não temos estrutura para tal”, findou.


Compartilhe

Mais Notícias