José Carneiro repudia taxas cobradas pelo DETRAN e SMT

Em uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (06), o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro (PSDB), repudiou as cobranças das taxas de guincho feitas pelo DETRAN e pela Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), julgando os valores como abusivos.

Segundo o parlamentar, ambos os departamentos cobram valores excessivos no reboque dos veículos para os pátios, enquanto empresas privadas de guinchos fazem o mesmo serviço por preços menores. “O poder público está botando a mão no bolso do povo de Feira de Santana. É inadmissível que se pague tanto dinheiro pelo transporte de um veículo, de uma moto, que está sendo apreendida do centro da cidade até o pátio.”

Além do preço do transporte, o edil criticou os valores cobrados pelas diárias nos pátios. “Parar em local proibido já é errado, a SMT multa, mas eles colocam o seu carro no guincho e a pessoa é multada novamente”. E completou “as pessoas que possuem carro estão sendo lesadas”.

O vereador Zé Filé (PROS) utilizou parte do tempo do presidente para concordar com o seu discurso e apresentar a situação vivenciada recentemente por ele: “prenderam o meu carro, tive que pagar R$ 284,00”, finalizou. 


Compartilhe

Mais Notícias