Marcos Lima pede que Procon fiscalize fábricas de álcool em gel

Em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (18), na Casa da Cidadania, o líder da bancada governista, vereador Marcos Lima (sem partido) versou sobre o aumento exorbitante no valor do álcool em gel.

Ele informou que fiscais da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/FSA) foram às ruas verificar as vendas de itens farmacêuticos utilizados no combate ao Coronavírus (COVID-19): o álcool em gel e máscaras para combater a cobrança abusiva dos produtos.

Contudo, de acordo com o edil, alguns empresários o informaram que as fábricas estão vendendo álcool em gel por valores muito superiores aos cobrados há alguns meses. Por isto, Lima sugeriu que o Procon também fiscalize as fábricas de álcool em gel instaladas na cidade e não apenas os postos de vendas do produto.

“As fábricas estão repassando para o comerciante a venda desse álcool com valor superfaturado. É preciso ter fiscalização na fonte, onde fabrica o álcool em gel”, denunciou.

Ele finalizou declarando que, neste período de quarentena, a merenda escolar dos alunos deve ser repassada para família. “A merenda escolar não pode perder. Muitas vezes o estudante só tem esta refeição no dia. A merenda precisa ser repassada para as mães destes alunos”, afirmou.


Compartilhe

Mais Notícias